Menu

Encontro dos Bispos da América Central com o Papa Francisco no Panamá 

24 JAN 2019
24 de Janeiro de 2019
Foto: Vatican News

Antes do almoço, no segundo compromisso oficial, o Papa Francisco discursou para Bispos da América Central, na igreja de São Francisco de Assis, em cidade do Panamá. O Santo Padre agradeceu as palavras do arcebispo de São Salvador, Dom José Luis Escobar Alas e transpareceu alegria de partilhar, de forma mais familiar e direta, os anseios, projetos e sonhos de pastores a quem o Senhor confiou o cuidado do seu povo santo e a recepção fraterna que recebeu. 
No discurso, o bispo de Roma recordou um acontecimento eclesial de grande relevância. Os pastores desta região foram os primeiros a criar na América um organismo de comunhão e participação que deu abundantes frutos. Também comentou a figura do Arcebispo de San Salvador,  Óscar Arnulfo Romero Galdámez, São Óscar Romero, que canonizou recentemente no contexto do Sínodo dos Bispos sobre os jovens. Para o Santo Padre, a vida e magistério são fonte constante de inspiração para as Igrejas e particularmente para os bispos.      

Segundo o Pontífice a Jornada Mundial da Juventude é uma oportunidade única para sair ao encontro e aproximar-se ainda mais da realidade dos jovens, cheia de esperanças e sonhos. Mas, também profundamente marcada por tantas feridas.

 “Com eles, poderemos ler de forma renovada a nossa época e reconhecer os sinais dos tempos, pois, como afirmaram os Padres Sinodais, os jovens são um dos «lugares teológicos» onde o Senhor nos dá a conhecer algumas das suas expetativas e desafios para construir o futuro (cf. Sínodo sobre os Jovens, Documento final, 64). Com eles, poderemos ver melhor como tornar o Evangelho mais acessível e credível no mundo em que vivemos; são uma espécie de termómetro para saber a que ponto estamos como comunidade e como sociedade”, comentou.

Fonte: Vatican News


Voltar